Cartao de Credito

Alterações no cartão de crédito

Desde 01.06.2011 já estão valendo novas regras para o uso de cartão de crédito. As alterações obedecem à Resolução 3.919 do Banco Central, que busca dar maior transparência ao setor. Dentre as mudanças, ficou alterado o valor mínimo para pagamento da fatura, que é agora de 15% do valor total da fatura. Em dezembro, esse percentual sobe para 20%. Até então, não havia nada que regulamentasse este pagamento mínimo e a média entre os bancos eram de 10% do valor devido.

Outra alteração interessante ao consumidor é a diminuição no número de tarifas.

Segundo o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça existe, hoje, a cobrança de cerca de 50 diferentes tarifas. Para os cartões emitidos a partir de 01.06.2011, as instituições financeiras estão autorizadas a cobrar apenas cinco tarifas, cujos valores terão que ser informados previamente ao consumidor. Para os anteriores a esta data,  as operadoras terão até 1º de junho de 2012 para realizar o ajuste nas taxas.

As cinco tarifas dos Cartões de Crédito são

Cartões de Crédito

Cartões de Crédito

  • anuidade,
  • emissão de 2ª via,
  • retirada em espécie na função saque,
  • uso do cartão para pagamento de contas
  • solicitação emergencial de aumento no limite de crédito

Além da redução de tarifas, as instituições financeiras são obrigadas a detalhar nas faturas os limites disponíveis para cada operação efetivada com o cartão.

Tipos de Cartão

A partir de agora, o consumidor também terá apenas dois tipos de cartão de crédito a disposição: o básico e o diferenciado, ambos podem ser nacionais ou internacionais.

O básico poderá ser usado somente para pagamentos de compras, contas e serviços, enquanto o diferenciado oferece, além dos pagamentos permitidos com o “básico”, uma associação com programas de benefícios e recompensas, como bônus e milhagens.

Cuidados

Mas atenção: as novas regras estão longe de proteger o consumidor do endividamento.

Tenha sempre o cuidado de quitar todo o seu débito, caso não queira se ver numa situação aflitiva. A alteração do valor mínimo para pagamento é muito pequena e não evita de forma nenhuma o aumento absurdo de seu débito, caso você opte por quitar somente o valor mínimo. Os juros continuam altos, em média mais de 10% ao mês.



Não encontrou o que procurava?

Custom Search

Deixe um comentário!

Se você gostou do post, ou não, mas tem algo a comentar, por favor, preencha o formulário abaixo. Pedimos apenas que cuide da escrita e não escreva nada ofensivo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório, mas não divulgado)

Mensagem

Cartão e Crédito RSS

Cartão e Crédito em seu e-mail!

Cadastre-se e fique atualizado sobre os cartões de crédito.

Fechar Cartão e Crédito