Cartao de Credito

Uso Consciente do Cartão de Crédito e do Cheque Especial

O cartão de crédito e o cheque especial estão entre os principais responsáveis pelo endividamento dos brasileiros. De um modo geral, essa situação de dívida ocorre muito mais por causa do mal uso que por outras questões. Por isso, é sempre importante informar as pessoas a respeito do funcionamento desses serviços.

Uso Consciente do Cartão de Crédito

Para muitos, o cartão de crédito é uma forma de pagamento benéfica. Contudo, para que ela seja vantajosa para o consumidor, é necessário controle e disciplina. Simplesmente usar o cartão sem pensar nas consequência acaba levando ao endividamento. Para um uso consciente, o primeiro passo é lembrar que devemos pagar o valor total da fatura todos os meses. A alternativa do crédito rotativo nem deve ser contabilizada, pois seu uso sempre é prejudicial. Outras dicas também são fundamentais como:

  • Nunca atrasar o pagamento da fatura, mesmo que ela não seja enviada para a sua casa;
  • Conhecer bem os encargos cobrados pela administradora pelos diferentes serviços oferecidos;
  • Tentar negociar com o banco o valor da sua anuidade;
  • Só fazer compras parceladas sem juros;
  • Evitar ter mais de um cartão de crédito.

Uso Consciente do Cheque Especial

Cheque Especial

Os juros do cheque especial são muito altos

A questão do cheque especial é um pouco mais complicada. Exceto em situações muito específicas, usar essa linha de crédito é sempre uma péssima opção. Porém, os bancos colocam o limite disponível de um modo tão acessível que os clientes acabam gastando o cheque especial sem nem perceber. A dica, nesse caso, é sempre estar de olho a essa diferença de limite: o que você realmente tem de saldo e o que é oferecido como cheque especial. Vale lembrar também que os juros desse “empréstimo” são altíssimos e cobrados automaticamente da conta. Veja outras sugestões:

  • Negocie com o banco o cancelamento do cheque especial ou redução do seu limite;
  • Nunca faça compras ou saques sem conhecer qual é o seu saldo;
  • Esteja sempre de olhos em descontos de parcelas, cheques pré-datados e contas em débito automático;
  • Jamais contabilize o limite do cheque especial como parte da sua renda.



Não encontrou o que procurava?

Custom Search

Deixe um comentário!

Se você gostou do post, ou não, mas tem algo a comentar, por favor, preencha o formulário abaixo. Pedimos apenas que cuide da escrita e não escreva nada ofensivo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório, mas não divulgado)

Mensagem

Cartão e Crédito RSS

Cartão e Crédito em seu e-mail!

Cadastre-se e fique atualizado sobre os cartões de crédito.

Fechar Cartão e Crédito