Cartao de Credito

Cobrança abusiva: o que fazer?

Já recebemos várias perguntas sobre cobranças de dívidas. Como cartões de crédito são campeões de inadimplência, não é de se estranhar que muitos usuários de cartão já tiveram suas dívidas remetidas a profissionais de cobrança, alguns destes, infelizmente, abusivos e inescrupulosos.

Como se proteger da cobrança abusiva

Como se proteger da cobrança abusiva

Em primeiro lugar vamos responder a pergunta mais básica e que já ouvi várias vezes: é legal enviar uma dívida para uma empresa de cobrança, ou cobrar uma dívida de alguém?

Sim. Obviamente, a lei deve proteger o direito do credor de receber o valor que lhe é devido. Consequentemente, não há nada de errado em cobrar dívidas. No entanto, o direito do consumidor apresenta limitações no modo como essas cobranças são feitas.

Abusos

“A empresa de cobrança do meu cartão me ligou e foi muito rude comigo – até me xingou”; “Meu cartão fica me ligando toda semana para cobrar uma dívida que não paguei”; “Um homem [da empresa de cobrança] já foi no meu trabalho duas vezes cobrar uma dívida”. Todas as frases acima são exemplos reais de reclamações sobre cobrança que já ouvi respondendo dúvidas de usuários de cartões. Nem precisa dizer, todas mostram situações de abuso na cobrança.

Código de Defesa do Consumidor – Lei 8.078/90

Da Cobrança de Dívidas

Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.

Parágrafo único. O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável.

Como podemos ver na lei, o consumidor não pode ser constrangido ou ridicularizado na cobrança. Exemplos disso, além dos que eu já falei, incluem:

  • Envio de cartas que mostrem no envelope ser uma carta de cobrança
  • Ligações fora de horário comercial
  • Procurar vizinhos ou parentes do devedor para tratar da dívida
  • Expor lista de devedores no estabelecimento comercial

E o que fazer se você for vítima de cobrança ilegal

Dívida é um problema, mas não uma vergonha ou razão para sermos humilhados. Se você tem dívidas, você deve procurar honrá-las da melhor maneira possível, mas de maneira alguma você deve aceitar abusos e ilegalidades ao ser cobrado. Em uma situação de abuso, o melhor a fazer é procurar um órgão de defesa do consumidor ou um advogado de sua confiança. Registrar uma ocorrência de abuso na polícia também é uma possibilidade, já que muitos tipos de abuso na cobrança são considerados infrações penais. Além de indenização por danos morais, quando cobrado em valor excessivo, o consumidor lesado tem direito de receber o dobro do que teve que pagar a mais.



Não encontrou o que procurava?

Custom Search
62 Comentários
  1. Fábio  em 11/06/2010: 09:03

    Bom dia!!

    Tenho algumas dúvidas.

    Recentemente, após cerca de 6 anos como cliente da Itaucard, pela primeira vez nesses seis anos, acumulei uma dívida que tenho planos de pagar normalmente.

    No entanto, na última sexta-feira(04/06/2010), ocorreu um episódio que me deixou muito chateado e constrangido. Como na quinta-feira(03/06) foi feriado de corpus christi, e a minha empresa deu recesso na sexta, estive com minha noiva na casa dos sogros do meu cunhado, numa típica reunião de família. Estávamos sentados na sala, conversando e o meu celular tocou às 19h37.

    Quando verifiquei, tratava-se de uma ligação de São Paulo (DDD: 11). Eu atendi, pois como estou participando do processo seletivo de uma empresa daquele estado, imaginei que poderia ser de lá, além do mais, nunca imaginei que a Itaucard iria me ligar naquele horário, sendo que eles nao haviam entrado em contato ou tentato entrar em contato em nenhum momento até então. Atendi na sala, às 19h37 e como estávamos reunidos conversando, todos ouviram e pelo o que respondi no momento, todos entenderam que era cobrança de dívidas. Fiquei constrangido perante os familiares da minha noiva, e certamente constrangi ela também.

    Gostaria de saber se é permitido pela lei cobrança neste horário.

    Ressalto que não agi de má fé em momento algum e não deixei de atender qualquer ligação deles ou esclarecer a eles a minha previsão de pagamento. Tanto que depois disso eles voltaram a me ligar no meu trabalho (ontem (10/06) e os atendi normalmente no horário comercial.

    Portanto tenho três dúvidas:

    1) é correto eles ligarem nesse horário? (tenho o registro da ligação no meu celular ainda como prova)

    2) se nao é correto, eu posso recorrer aos meus direitos? Se sim como faço e quais as penas cabiveis? (moro no Rio de Janeiro)

    3) Eu tenho um bom relacionamento com esse cartão e um limite bom nele que gostaria de manter após quitar minhas dívidas, pois certamente precisarei usar, uma vez que estou me casando e tenho muitas coisas p/ comprar dentro de casa… será que se eu recorresse aos meus direitos, eu poderia sofrer alguma represália, como a diminuição do meu limite de crédito e/ou cancelamento definitivo do cartão?

    Obrigado!

  2. werkema  em 14/06/2010: 21:28

    O código do consumidor diz o seguinte:
    "Da Cobrança de Dívidas
    Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça."
    O entendimento mais comum é que a cobrança não pode ser feita fora de horário comercial e por isso você estaria justificado a recorrer aos seus direitos. Cobranças indevidas implicam em restituição do valor pago em dobro, mas danos morais se os houver. Danos morais, dependem muito do entendimento do juiz e não dá pra dizer quanto você pode receber. O ideal é você procurar o orgão de defesa do consumidor de sua cidade ou um advogado de confiança. É pouco provável que aconteça alguma represália por parte da empresa, mas se o seu cartão está te tratando mal, talvez seja mesmo a hora de procurar um outro.

  3. marcus vinicius de o  em 12/07/2010: 17:40

    o cartão de credito me liga sabados e domingos direto sem contar q falei com um excolega de uma empresa q pretendia voltar a trabalhar e ele me disse q ligam direto para la, mesmo ja informados q nao trabalho la faz mais de um ano e quando sao lembrados disso pela milezima vez desligam o telefone na cara de quem atente, com q cara vou pedir meu emprego devolta na mesma .

    Queria saber quais sao meus direitos ate porq pretendia pagar a divida , mas a mesma fica me constrangendo praticamente todos os dias c possivem mandar para meu email a resposta o mais breve possivel para eu saber meus direitos muito obrigado

  4. werkema  em 12/07/2010: 19:29

    Conforme o seu relato, esse é um caso de cobrança abusiva. Você tem o direito de ser indenizado por danos morais devido ao constrangimento que você sofreu. O melhor a fazer é você procurar um órgão de defesa do consumidor em sua cidade ou um advogado de sua confiança.

  5. flaviano fagundes fe  em 4/11/2010: 11:44

    Ola, tenho um debito com o cartão de credito da Credicard e devido a problemas pessoais eu acabei inadiplente e ate o momento não foi possivel entrar com um acordo valido, ora por excesso de valor na cobrança, ora minha situação complicada, porem, dessa ultima ligação, como não estava em minha residencia, trablahando no entanto, minha mãe recebeu uma ligação onde o funcionario da empresa responsavel pela cobrança fez severas ameaças caso eu não entrasse em contato com a empresa, o que fazer? Minha mão até passou mal com medo de que algo ruim pudesse me ocorrer pela falta de pagamento.

  6. Isaac S Neto  em 7/11/2010: 06:13

    Prezados,

    Recebi ligação de uma empresa (ALIANÇA-SP), dizendo que a empresa tinha comprado uma divida minha junto ao CARREFOUR e que essa divida era de 1997 (13 anos), no valor aproximado de R$ 3.000,00. Não lembro de ter qq dívida com tal empresa (Carrefour). O pior é que, em função do tempo decorrido, não tenho qq comprovante de pagamento (usei o cartão Carrefou por menos de 6 meses). Lembro que naquela época pagava minhas contas, em especial do Carrefour, nos proprios caixas da loja e em especie. Como devo proceder? Diante do tempo decorrido a empresa ALIANÇA pode cobrar qq divida?

  7. werkema  em 7/11/2010: 21:49

    Como você deve ter lido no post, cobranças abusivas são ilegais e as empresas que as fazem podem ser punidas, isso sem falar que ameaças, dependendo da natureza delas, podem até ser consideradas crime. Não se intimide, procure ajuda do serviço de proteção ao consumidor ou de um advogado para te orientar a esse respeito.

  8. werkema  em 7/11/2010: 21:56

    Isaac, o seu caso não poderia ser mais fácil. Se a dívida que estão te cobrando foi feita há 13 anos atrás, não há com o que se preocupar. A dívida já está prescrita faz tempo, e ela não pode ser exigida judicialmente.

  9. Marcelo Rocha  em 18/11/2010: 09:06

    Eu tenho uma dívida de 3 anos com o cartão de um banco. O mesmo vendeu esta divida a uma empresa de cobrança tem tem me ligado para negociar, porém o valor está 600% acima do valor realmente gasto. Eles tem me cobrado e avisam que se esta divida fora ao juridico da empresa cobradora eu posso ter os meus bens penorados até que um acordo seja realizado. Isto seria possível ? A empresa pode fazer isto ?

    Obrigado

    Marcelo Rocha

  10. werkema  em 21/11/2010: 21:58

    A princípio sim, mas não posso dizer com certeza por não saber os detalhes do seu caso. Em geral, o melhor a fazer é negociar.

  11. ana  em 10/12/2010: 13:25

    Tenho uma dívida com uma loja, no entanto enviaram para um escritório de cobrança, fiz um acordo, paguei uma entrada de R$800,00 e acho que ainda restavam 14 prestações de quase R$200,00, paguei quase todas, restaram 2 ou 3 que não pude pagar, agora enviaram a outra empresa de cobrança, me cobrando quase R$2.000,00. Não levaram em consideração o que eu já havia pago, devo no máximo uns R$500,00. O que devo fazer? Outra coisa é que ligam para a casa da minha mãe constantemente e inclusive disseram o valor de minha dívida pra ela, quem deve sou eu, estão divulgando valores a meus parentes, isso é muito constrangedor…

  12. Ursula  em 11/12/2010: 06:09

    Ola, fiz um emprestimo no meu cartão de credito ha alguns meses, porém neste periodo fiquei doente e descobri que tenho lupus, esta semana me ligou um advogado informando que meus bens seriam penhorados, o valor real é de 18.000 só que eles estão me cobrando 40.000 isso em 4 meses, o que devo fazer pois não tenho nenhum bem e este dinheiro foi usado para completar o financiamento de uma casa, hoje como estou pelo INSS meu salário mal dá pra pagar o fundamental, que medidas devo tomar????

  13. Marcos Figueiredo  em 11/12/2010: 21:17

    Eu comprei uma maquina de lavar no Ponto Frio pela Internet em 10 vezes pelo cartão de credito Visa. Recebi a maquina normalmente.

    No primeiro mês veio a primeira parcela acrescida de poucos centavos a qual reclamei junto a operadora do cartão e me pediu para ligar para o Ponto frio e assim fiz.

    Passando o segundo mês a cobrança foi zerada na prestadora pelo Ponto Frio e aguardei o terceiro mês e não veio cobrança nenhuma.

    A cada mês ligava para operadora de cartão ela me dizia a mesma coisa que não há debito nenhum.

    Ao total passados 6 meses, ainda não tem nada, liguei para a Ponto Frio e ele de nada sabia.

    Por fim mandei um e-mail que nem se quer foi respondido e o tempo passa e não cobram a divida. Tenho medo de eles cobrarem tudo de uma vez ou coloque meu nome no SPC.

    Mesmo assim ligando para uma atendente do Ponto Frio ela disse que não consta nenhum debito e até brincou dizendo que eu ganhei um presente da Ponto Frio.

    Essa divida prescreve ? Tem limite para ser cobrada?

    O que devo fazer?

  14. Miqueias Oliveira  em 18/12/2010: 16:40

    Qual o horario em que é permitido por lei o credor fazer suas cobranças?

  15. admin  em 29/12/2010: 16:02

    Miqueias,

    Não há um horário exato estabelecido para ligações. Elas apenas não podem ser abusivas. Nesse caso, é possível entrar com ações pois está ferindo o direito do consumidor, mesmo que em horário comercial.

  16. admin  em 29/12/2010: 18:01

    Marcos,

    Guarde todos os comprovantes e número de protocolos. Uma orientação exata do que está ocorrendo só pode ser dada pelas empresas em questão. Seria interessante também procurar assistência jurídica.

  17. admin  em 29/12/2010: 18:03

    Ursula,

    Você deve procurar assistência junto ao PROCON e tentar renegociar a dívida. Leve todos os documentos e contratos do cartão e do empréstimo que sua situação deve ser analisada por alguém competente. Não demore demais, pois quanto mais tempo se passar, maior a dívida pode ficar.

  18. admin  em 29/12/2010: 18:08

    Ana,

    Renegocie a dívida novamente. É possível que este novo valor seja abusivo e você consiga desconto em uma nova negociação, recomendo que procure o PROCON para intermediar esta negociação. Além disso, se acha que a situação é, de fato constrangedora, procure orientação legal.

  19. Hilda  em 13/01/2011: 10:53

    tenho uma divida com o banco co brasil e não estou em condições de paga-la prq to desempregada, eles me ligam tds os dias pra fazer a cobrança e eu sempre digo a mesma coisa, acontece que não estou pagando prq não qro e sim prq não posso, e já expliquei o motivo, mesmo assim eles podem ficar me ligando tds os dias pra me cobrar?

  20. admin  em 15/01/2011: 18:39

    Hilda,
    Agende um horário tente renegociar a dívida da forma que conseguirá pagar. É o melhor a fazer.

  21. Marina  em 16/02/2011: 12:13

    Olá, Boa Tarde!

    Uma empresa pode cobrar uma divida de outra?

    Por exemplo, a Telefônica terceirizou a minha dívida, e agora, uma outra empresa que está me cobrando. Ocorre que não consigo fazer um parcelamento com essa nova empresa nas condições que eu posso pagar, pois eles apenas aceitam a forma de parcelamento oferecida por eles, que, infelizmente, não se adequa ao meu orçamento.

    Agora pergunto, essa terceirização da dívida, sem o meu aval ou ciência, é algo que seja juridicamente legal?

    Muito obrigada pelo auxílio. Aguardo por vossa resposta.

  22. Marina  em 16/02/2011: 12:19

    Esqueci de fazer uma outra pergunta…

    Além de não aceitarem a forma de parcelamento que se adequa às minhas despesas, essa empresa me cobra diariamente, exceção aos finais de semana, há mais de um mês.

    Ele enviam as cobranças todas por e-mail, oferecendo propostas "de meu interesse", para que eu entre em contato com eles, através de um número de telefone.

    Outrossim, gostaria de perguntar também se essa cobrança diária de uma dívida que nem deles é, configura uma forma de cobrança excessiva?

    Tenho guardado todos os e-mails que eles me enviaram até hoje, e já somam mais de 20.

  23. Cartão e Cr&e  em 10/03/2011: 13:16

    Marina,

    Para seu caso, apenas um órgão de defesa do consumidor ou um advogado especializado na área pode lhe dar mais informações.

  24. Rosangela  em 14/05/2011: 09:59

    Boa tarde!

    Tenho um cartão da Leader adm cartões de crédito, e pagava religiosamente minha fatura, quando não conseguia pagar o total, pagava mais do pagamento mínimo, e percebi que a divida de R$ 300,00 aproximadamente, subiu para R$500,00 , quando procurei uma das lojas para fazer um acordo, e fui informada de um valor de quase R$ 800,00 para quitar a divida. Fui orientada a deixar de pagar a fatura, e a cada vez que recebia o extrato do cartao, observava os juros abusivos, até segunda feira passada contavam 129 dias de atraso, o valor da dívida estava em R$ 1.300,00, quando questionei a atendente as taxas de juros utilizadas e a mesma numtom de ameaça informou que no momento não interessava, impunha datas p/ eu quitar a dívida, e sempre com ameaças .

    Informei a atendente que informou que era de um escritório de advogados, que nao me negava a pagar desde que fosse um valor dentro da realidade.

  25. tânia maria si  em 23/05/2011: 12:55

    Fiz um acordo com minha operadora de cartão que quitaria a dívida em 12 parcelas iguais (acrescidas de juros, é claro). Sempre paguei pontualmente, até que, um dia esqueci de pagar no vencimento. Paguei no dia seguinte de manhã. Na próxima fatura veio uma multa de 11.000 reais por quebra de contato. É claro que não paguei esse valor abusivo. O que devo fazer ?

  26. Cartão e Cr&e  em 25/05/2011: 16:25

    Tânia,

    De fato, pode existir uma multa por quebra de contrato e, talvez voltar a condição original da dívida. Porém, se constatada uma prática abusiva, você pode solicitar a intermediação de um órgão de defesa do consumidor ou entidade do tipo para auxiliar a solucionar seu problema.

  27. Luis Haroldo  em 1/06/2011: 18:18

    Possuo um cartão da Unicard, e deixei de pagar a fatura que venceu no dia 06/05 que caiu na sexta-feira, porém paguei no dia 08/05 que caiu no domingo.

    No entanto, quando recebi a fatura do mês de Junho, tem um descritivo na data de 25/05 informando: "Multa contratual R$ 9,91" , "Encargos de financiamento R$ 7,67" e "Juros de mora R$ 0,49" totalizando R$ 18,07

    Quero saber se esse valor é correto ser cobrado, já que venceu na sexta-feira e sei que quando vence a fatura em final de semana (como sábado ou domingo), o pagamento é prorrogado para dia útil, e não é cobrado juros. Por quê? E nesse caso foi cobrado o juros de sábado.

  28. carlos  em 5/06/2011: 11:47

    ola boa tarde eu fiz uma titulo de capitalização da caixa pedi um titulo de um ano para retirar o que paguei, mas a atendente da cef me fez um plano de 5 anos e eu ainda assinei.As mensalidades são de R$150,00 ja paguei 10 e parei de pagar se tirar o dinheiro antes vou perder grande porcentagem em cima do valor vou receber R$764,85 deR$1.500,00 é certo tem como recorrer de outra forma preciso do dinheiro agora?

  29. Cartão e Crédito  em 8/06/2011: 11:53

    Luis, Se a fatura foi paga somente no domingo (segunda, por ser o dia útil mais próximo) e ela venceu na sexta feira, sim há cobrança de juros por todo o período atrasado. O limite para ser pago seria a sexta feira. A data de pagamento só é adiada caso o vencimento caia no sábado ou domingo.
    Quanto as tarifas, verifique se elas constam em seu contrato.

  30. mana  em 12/06/2011: 20:28

    eu tinha uma divida com o banco do brasil, mas uma impressa de cobrança me ligou e parcelou para mim a divida paguei agora depois um ano me mandaram uma carta me cobrando a divida de novo o que devo fazer.

  31. Cartão e Crédito  em 12/06/2011: 21:53

    Carlos,

    Só um advogado ou órgão de defesa do consumidor poderá analisar seu contrato e saber quais são as condições para o cancelamento do contrato.

  32. Cartão e Cr&e  em 19/06/2011: 18:29

    Mana,
    Leve os comprovantes de pagamento ao banco para comprovar o débito da dívida.

  33. Almir Guimarã  em 23/08/2011: 07:45

    Bom dia, amigos até quantos dias de atraso uma empresa pode mandar alguém lhe cobrar em domicílio, devidamente fardados lhe causando constrangimento, principalmente por morar em uma cidade muito pequena?? existe uma legislação que dê cobertura ao cliente com relação a isso, já que se ele persistir no atraso já vai ser penalizado com os juros e a negativação do nome?

    agradeço o pronto atendimento a minha solicitação!!

    Almir

  34. Neida  em 2/09/2011: 08:38

    Prezado(s)

    Tenho recebido as cobranças com as seguintes linhas:

    – Taxa de utilização do crédito rotativo: x (mais de 10% do valor da fatura)

    – Juros do crédito rotativo: x (mais de 10% do valor da fatura e IGUALZINHO a taxa de utilização do crédito rotativo).

    Isso é legal??

    Grata,

    Neida

  35. sergio augusto  em 20/10/2011: 20:28

    ja faz 10 anos que tenho ema divida com o banco santander o qual vendeu a divida para uma empresa atlantica cobrança,quero pagar mas o acordo que eles querem não tenho condiçoes de quitala e ficam me ameaçando quevão tomar medidas cabives como bloquer meu pagamento judiciamente para pagar a divida, o que devo fazer contra esta empresa grato pela atenção sergio augusto

  36. enternauta  em 25/10/2011: 19:06

    Por favor, pedimos que você leia esse artigo acima, no qual já respondemos exatamente o que fazer com cobranças abusivas.

  37. lucia silva  em 10/02/2012: 12:02

    pago o cartao de credito do itau car em dia eles ainda cobram juros isso e legal . um mes que eu paguei com um dia de atrazo me cobrarao vinte esete reais de encargos mais financiamento + moratoria isto e certo .ja pensou se eu pagasse dois dias depois.

  38. enternauta  em 26/02/2012: 15:57

    Você tem que verificar com seu contrato quais as condições do seu contrato. Caso pense que os valores são abusivos, entre em contato com um órgão de defesa do consumidor em sua cidade.

  39. Daniella  em 4/09/2012: 19:10

    Olá, preciso urgentemente do conselho de vocês, estou com uma divida de cartão de crédito do Bradesco Visa no valor de R$ 578.81 entrei em contato varias vezes com a Central para uma negociação, mas sem sucesso, pois estão me cobrando um valor de R$ 880,00 á vista se parcelar vai pra mais de R$ 900,00 achei os juros muito abusivos. Sou ciente que atrasei a fatura e que tenho que pagar pelo que devo, mas não vejo negociação nesses valores, e não tenho condições de pagar tudo isso. ressaltando que ja liguei varias vezes e não tem negociação para o meu caso, existe alguma outra forma de agir, sem ficar implorando para que eles me dessem uma oportunidade acessível as minhas condições para estar quitando essa divida? Desde já agradeço pela atenção.

  40. Cartão e Crédito  em 8/09/2012: 22:44

    Daniella, existe a possibilidade de negociar com o intermédio de um órgão de defesa do consumidor. Você também pode optar por fazer um empréstimo com juros menores e quitar a dívida a vista, fazendo uma contraproposta.

  41. Alexsandro Rocha  em 18/09/2012: 09:42

    Bom dia, gostaria de uma ajuda, se possível, usei meu cartão carrefour para efetuar uma compra em 12 x, atrasei umas 3 parcelas, porém no próximo mês eram cobrados as multas mais a parcela em atraso, como as parcelas ewram de um valor pequena, na oitava parcela pedi a atendente que juntassem as últimas 4 parcelas para eu pagar e quitar minha dívida, pois bem, foi feito, veio um boleto apenas quitando as últimas 4 parcelas, o vencimento era dia 14/08 e eu paguei no dia 15/08, mêste mês veio mais uma fatura cobrando:
    IOF diário de julho
    IOF adicional saldo financiado Julho
    Multa sobre saldo rotativo em atraso
    RESSARCIMENTO cobrança Ligações
    Encargos sobre o rotativo em atraso
    ANUIDADE diferenciada – Setembro
    Juros de mora

    Liguei para o atendimento e a atendente me diz que foi gerado estes encargos por eu pagar atrasado a fatura no dia 15/8, pois o vencimento era dia 14/8.

    Gostaria de saber se esta correto (até o ressarcimento de ligações de cobrança)?

    Desde já agradeço

  42. Cartão e Crédito  em 19/09/2012: 13:44

    Alexsandro, para analisar seu caso, melhor um órgão de defesa do consumidor ou mesmo um advogado especializado. COm a fatura em mãos e seu contrato, é mais fácil avaliar o que há e o que não há de errado.

  43. JULIANA  em 5/10/2012: 15:19

    Estou devendo á 3 Bancos e ao parcelar a minha dívida, pude notar que os juros estão super altos, mais de 15%. Queria saber se tenho como recorrer, abrir uma ação revisional, pois estou pagando o dobro da dívida.

  44. Cartão e Crédito  em 17/10/2012: 10:57

    Juliana, você pode renegociar esta dívida ou tomar um empréstimo com juros mais baixos e quitar as dívidas atuais.

  45. Neto  em 8/11/2012: 18:03

    Estava com minha fatura do cartão atrasada a 10 dias quando para minha surpresa o cartão pegou dinheiro do meu limite da conta corrente para cobrar a fatura do cartão. E permitido que o cartão cobre minha divida gerando outra ??? existe alguma lei que me proteja ??? Sem mais, grato.

  46. cleia  em 12/11/2012: 16:37

    Olá, boa tarde… estou com uma divida com o carrefou ja tem 465 dias , a uns tres dias venho recebendo ligações que se caso eu nao faça um acordo meu nome sera protestado em cartório isso e certo????

    Aguardo

    Cléia

  47. Cartão e Crédito  em 30/11/2012: 14:56

    Neto, se você deixou sua fatura em débito automático, isso é normal. Também pode ser interessante já que os juros do cheque especial devem ser inferiores ao do cartão. Trocar uma dívida por outra mais barata é interessante para o consumidor.

  48. Cartão e Crédito  em 30/11/2012: 15:04

    Cleia, se tem uma dívida, o mais correto é tentar uma negociação com a empresa.

  49. Marcia Mesquita  em 10/05/2013: 20:18

    Por favor preciso de uma orientaçao Urgente, ha 11 anos atras emprestei meu cartao de credito Mastercard p/minha mae, ela usou comprou um micro-ondas e nao pagou. Eu fui morar na Europa e agora depois de 11 anos eu voltei eles nao param me ligar e dizer que o valor atualizado é de 32mil reais, mais que eu devo pagar pelo menos R$900,00 que seria o acordo. Me ligam no cel quando nao atendo me ligam no fixo e vice-versa, ligam sabado, feriado, chegaram a ligar as 21:00hs o que mais me intriga é que eu moro no Rio um dia fui p/ Santos na casa da minha mae e me ligaram pra la, nao sei como descobriram o numero. Mandam cartas e mais cartas, como devo agir. Desde ja agradeço. Marcia Mesquita

  50. Cartão e Crédito  em 18/05/2013: 15:27

    Márcia, se você reconhece o débito, é recomendável que faça um acordo e pague a dívida. Para orientações específicas, você pode procurar o PROCON de sua cidade.

  51. Marcia Mesquita  em 18/05/2013: 17:07

    Mesmo que se passaram 11 anos da divida c/ cartao Mastercard devo pagar? Se nao pagar, como Nao vou pagar o que pode acontecer? Gostaria de mais esclarecimentos, pq nos post acima se diz que divida com mais de 5 anos nao pode ser cobrada? Agradeço a Atençao Marcia Mesquita

  52. Cartão e Crédito  em 25/05/2013: 15:20

    Após 5 anos, o nome, se inscrito em cadastros de crédito, devem ser retirados. Isso não impede que a dívida seja cobrada após este prazo e que deva ser paga. É importante atentar ao fato que cada tipo de dívida pode ter uma lei que a regulamenta.

  53. Adenice Santos  em 26/07/2013: 10:20

    Bom dia, gostaria de tirar umas dúvidas, meu companheiro tinha dividas com alguns cartões de credito e o mesmo faleceu, sou obrigada a pagar. Também tinha um empréstimo do cartão construcard da caixa econômica também tenho que pagar? obrigada.

  54. Felipe  em 29/07/2013: 14:11

    Tenho uma dívida no cartão de crédito e essa foi protestada junto ao um órgão de proteção ao crédito. Quando liguei no banco para negociar a dívida eles me passaram o valor de R$ 339,00, sendo que no órgão de proteção ao crédito o valor protestado é de R$ 105,00.

    Qual valor devo pagar? caso seja o valor protestado como devo proceder?

  55. Cartão e Crédito  em 22/08/2013: 17:05

    Adenice, os herdeiros não pagam as dívidas “herdadas”, elas são pagas no abatimento dos bens herdados. No caso, você não tira dinheiro de seu bolos para quitar a dívida, mas receberá uma parcela menor de sua herança.

  56. Cartão e Crédito  em 22/08/2013: 17:14

    Felipe, possivelmente, incidiram juros sobre o montante inicial. Entre em contato com o banco e faça um acordo de quitação.

  57. Nathaly  em 27/01/2014: 15:20

    Adquiri uma divida junto ao cartão de crédito carrefour no valor de R$5.000,00, porém o valor que eles estão me cobrando está chegando a quase R$ 15.000,00, isso é considerado juros abusivos ? Nao me nego em pagar mas nesse montante não tenho condições. Eles podem penhorar bens meus ou fazer bloqueio do meu salario ?

  58. Cartão e Crédito  em 2/02/2014: 16:29

    Nathaly, é importante entender o que aconteceu. Se entrou no crédito rotativo, os juros são altos e é possível que o valor devido fique alto. O melhor é solicitar uma renegociação que caiba em seu bolso.

  59. marta  em 24/03/2014: 08:37

    minha mãe fez um cartão na loja lider e so comprou uma blusa de 30 reais e quando a fatura chegou era de 80 reais fomos na loja e descobrimos que havia produtos que ela não havia adquirido então ela fez uma contestação so que agora a fatura veio no valor de 250,00 reais e ela não tem como pagar uma divida que ela não fez o que a gente faz por favor me de uma solução pois na fatura diz que o nome dela foi para o spc por favor nos de uma luz pois ela esta ficando doente por causa disso

  60. Cartão e Crédito  em 24/03/2014: 12:22

    Olá Marta,
    O mais indicado a fazer é procurar um órgão de defesa do consumidor. Pegue todos os comprovantes de compra, do cartão e da contestação feita e leve até o Procon de sua cidade. Lá, eles avaliarão a situação de sua mãe e entrarão em contato com a Leader para mediar a negociação.

  61. Carlos Alexandre  em 2/04/2014: 21:42

    Boa noite!
    Deixe atrasar a fatura do cartão carrefour do mês 01/2014 02/2014 e 03/2014. A fatura do mês Janeiro veio R$ 516,00, a do mês de Fevereiro veio R$ 857,00 e a do mês de Março R$ 1.082,00. O total de gasto do qual foi utilizado o cartão foi de RS 722,00. Se utilizei apenas R$ 722,00 reais e a última fatura veio R$ 1.082,00. Então quer dizer que eu vou pagar R$ 360 de juros eu sei que que tenho que pagar juros mas acredito que está meio alto esses juros.

  62. Cartão e Crédito  em 24/06/2014: 15:13

    Os juros dos cartões de crédito são os mais altos do mercado, Carlos.
    O mais recomendável se não pode quitar a dívida de uma só vez é negociar com a operadora ou contrair outro empréstimo com juros mais baixos.

Deixe um comentário!

Se você gostou do post, ou não, mas tem algo a comentar, por favor, preencha o formulário abaixo. Pedimos apenas que cuide da escrita e não escreva nada ofensivo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório, mas não divulgado)

Mensagem

Cartão e Crédito RSS

Cartão e Crédito em seu e-mail!

Cadastre-se e fique atualizado sobre os cartões de crédito.

Fechar Cartão e Crédito