Cartao de Credito

Cuidados com o Crédito Rotativo

Em algum momento da vida, você já deve ter se sentido tentado a pagar o mínimo da fatura do cartão. Quando oferecem o cartão de crédito ao cliente, as administradoras sempre destacam o crédito rotativo ou financiamento da fatura como um das vantagens do produto. O que elas não contam é que o serviço é um dos principais responsáveis pelo endividamento no país e que os juros cobrados pelo rotativo são absurdamente altos.

Atraídos pela facilidade do financiamento, muitos consumidores nem pensam nas cobranças e preferem “empurrar” a dívida para os meses seguintes. Mas afinal, o financiamento da fatura é um mau negócio?

Rotativo do Cartão

Como evitar as dívidas com o cartão

Como Funciona

Na fatura do cartão são definidos dois valores de pagamento: o mínimo e o total. O total é representado por todas as despesas realizadas no período, incluindo possíveis taxas, e o mínimo normalmente equivale a 15% desse valor. Assim, o cliente pode escolher se quer pagar o total, o mínimo ou qualquer outro valor entre um e outro.

Se o valor total da fatura for, por exemplo, R$1.000,00, o mínimo é R$150,00. Supondo que o cliente optou por pagar somente R$300,00, os R$700,00 restantes serão jogados para a fatura do mês seguinte ou financiados conforme as condições estabelecidas no contrato.

Os Juros do Crédito Rotativo

Desde o ano passado as principais instituições financeiras do Brasil vêm reduzindo suas taxas. Porém, mesmo com o crédito mais barato, é fundamental evitar o pagamento de juros desnecessários. No caso dos cartões de crédito, as taxas pelo uso do crédito rotativo variam entre 5% e 15% ao mês. Tomando a tarifa mais baixa como base, uma dívida de R$1.000,00 cresce R$50,00 em apenas um mês. Imagine o valor acumulado em um ano!

O Problema do Pagamento Mínimo

Mesmo parecendo atrativo em um primeiro momento, o rotativo do cartão só é um bom negócio para a administradora. Os juros cobrados por esse serviço se transformam em uma armadilha para o cliente, que dificilmente consegue pagar suas dívidas. Para fazer um bom uso do cartão de crédito, o melhor é optar sempre pelo valor total e não atrasar o pagamento da fatura.



Não encontrou o que procurava?

Custom Search

Deixe um comentário!

Se você gostou do post, ou não, mas tem algo a comentar, por favor, preencha o formulário abaixo. Pedimos apenas que cuide da escrita e não escreva nada ofensivo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório, mas não divulgado)

Mensagem

Cartão e Crédito RSS

Cartão e Crédito em seu e-mail!

Cadastre-se e fique atualizado sobre os cartões de crédito.

Fechar Cartão e Crédito