Cartao de Credito

Entenda Como a Alta da Selic Interfere no Seu Bolso

Periodicamente, o Comitê de Política Monetária do Banco Central se reúne para decidir qual será o valor da Selic. Os encontros ocorrem a cada 45 dias e na última reunião, que aconteceu no dia 29 de outubro, o Copom optou por aumentar a taxa para 11,25%, depois de manter a porcentagem em 11% nos 4 encontros anteriores. De acordo com os especialistas, esta é uma medida que visa controlar a inflação e foi tomada agora porque as eleições já foram decididas.

Selic

Selic

O Que É a Taxa Selic?

Para que possamos entender melhor como essa mudança interfere no dia a dia do cidadão comum, é preciso saber o que é a taxa Selic. A sigla significa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Na base, a taxa regula operações interbancárias de curtíssimo prazo (um dia ou overnight) lastreadas com títulos públicos. Porém, suas características fazem com que ela sirva também de referência para outras tarifas a serem praticadas no Brasil. Dito de um modo mais simples, os juros de quase tudo vão depender do valor definido para a Selic.

Elevação dos Juros

Assim, uma elevação da Selic significa que os juros também aumentam. Isso prejudica o consumidor, mas ajuda a controlar a inflação. Quando o assunto é economia, temos uma série de equilíbrios complicados que precisam ser mantidos. Se o consumo é alto, os preços sobrem. Então, o aumento dos juros pode desestimular o comprador, fazendo com que os preços voltem a cair. Por outro lado, essa medida tende a desaquecer a economia do país, que já anda ruim. Por isso, outras medidas devem ser tomadas nos próximos meses, sempre buscando o difícil balanço dessas diferentes forças.

E o Meu Bolso?

Como dissemos, a Selic em 11,25% representa juros mais altos. Na prática, os empréstimos, financiamentos, linhas de crédito, cartões e cheque especial passam a custar mais caro. Logo, esse não é um bom momento para o consumidor que possui dívidas ou está passando por dificuldades financeiras. Porém, essa elevação dos juros também corresponde a ganhos maiores em alguns investimentos, como os títulos de renda fixa e o tesouro direto. O investidor que souber aproveitar esse fato, terá bons rendimentos nos próximos meses.



Não encontrou o que procurava?

Custom Search

Deixe um comentário!

Se você gostou do post, ou não, mas tem algo a comentar, por favor, preencha o formulário abaixo. Pedimos apenas que cuide da escrita e não escreva nada ofensivo.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório, mas não divulgado)

Mensagem

Cartão e Crédito RSS

Cartão e Crédito em seu e-mail!

Cadastre-se e fique atualizado sobre os cartões de crédito.

Fechar Cartão e Crédito